Produção científica da enfermagem sobre o cuidado familiar de idosos dependentes no domicílio

Larissa de Carli Coppetti, Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Rafaela Andolhe, Angélica Dalmolin

Resumo


RESUMO

Este estudo objetiva analisar as tendências das pesquisas na área da enfermagem que abordem a temática do cuidado familiar de idosos dependentes por doenças crônicas no domicílio. Trata-se de uma revisão narrativa da literatura, a partir da questão norteadora “Quais as tendências das produções da enfermagem brasileira acerca do cuidado familiar de idosos dependentes por doenças crônicas no domicílio?”. A busca foi realizada no mês de agosto de 2017 no Banco de Teses e Dissertações da Associação Brasileira de Enfermagem, acessando os catálogos anuais disponíveis, dos anos de 1998 a 2014. Utilizou-se como estratégias de busca os índices por assunto “cuidadores”, “assistência domiciliar” e “pacientes domiciliares”. O número total de estudos encontrados foi 233 resumos, que após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, restaram 22 que compuseram o “corpus” deste estudo. A exploração dos dados foi realizada qualitativamente pela análise de conteúdo proposta por Bardin. Destes, 14 são dissertações e oito teses, distribuídas em dez universidades brasileiras, com destaque para região Sudeste. A maioria dos estudos utilizou a abordagem qualitativa, tendo destaque no ano de 2010 com maior concentração de defesas. Conclui-se que o foco principal dos estudos foi o cuidador familiar, desvelando aspectos relacionados à sua caracterização, experiências, vivências, qualidade de vida, sobrecarga, sentido do ser cuidador e suporte social. A compreensão dos aspectos envolvidos no cuidado familiar ao idoso dependente contribui para subsidiar as ações das equipes de saúde, principalmente no preparo/acompanhamento da família que virá ser cuidadora, identificando suas principais dificuldades, necessidades e condições apresentadas.


Palavras-chave


cuidadores; enfermagem domiciliar; doença crônica; revisão

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Brasília: Ministério da Saúde; 2007.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Caderno de atenção domiciliar. V.1. Brasília: Ministério da Saúde, 2012.

Melo DS, Martins RD, Jesus RPFS, Samico IC, Santo ACGE. Avaliação da responsividade de um serviço de saúde público sob a perspectiva do usuário idoso. Rev Saúde Pública. 2017;51:62. http://dx.doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051006854

Lindolpho MC, Caldas CP, Acioli S, Vargens OMC. O cuidador de idoso com demência e a política de atenção à saúde do idoso. Rev Enferm UFPE. 2014; 8(12):4381-90. http://dx.doi.org/10.5205/reuol.6679-58323-1-ED.0811201425

Oliveira DC, D’Elboux MJ. Estudos nacionais sobre cuidadores familiares de idosos: revisão integrativa. Rev Bras Enferm. 2012; 65(5):829-38. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672012000500017

Couto AM, Castro EAB, Caldas CP. Vivências de ser cuidador familiar de idosos dependentes no ambiente domiciliar. Rev Rene. 2016;17(1):76-85. http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v17i1.2624

Brum CN, Zuge SS, Rangel RF, Freitas HMB, Pieszak GM. Revisão narrativa da literatura: aspectos conceituais e metodológicos na construção do conhecimento da enfermagem. In: Lacerda MR, Costenaro RGS. Metodologias da pesquisa para a enfermagem e saúde. Porto Alegre: Moriá, 2015.

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo. Ed. 70, 2011.

Storti LB, Marques S. Relação entre sobrecarga do cuidador familiar e alterações comportamentais e funcionais do idoso com doença de Alzheimer. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto: 2014.

Marins AMF. Alterações de comportamento do idoso com doença de Alzheimer e o cuidador informal: contribuições para a enfermagem gerontológica. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 2012; p.245.

Ramos JLC, Menezes MR. Ritual do cuidar de idosos com demência de Alzheimer: história oral de vida de cuidadores familiares. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2011.

Vieira CPB. Sobrecargas do cuidador familiar de idoso com acidente vascular cerebral isquêmico e o cuidado clínico de enfermagem. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza: 2010.

Gaioli CCLO. Cuidadores de idosos com doença de Alzheimer: variáveis sociodemográficas e da saúde associadas à resiliência Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto: 2010.

Seima MD. Relação/Participação no cuidado entre o cuidador familiar e o idoso com Alzheimer. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Paraná. Curitiba: 2010.

Anjos ACY. Zago MMF. As repercussões do cuidar do idoso em quimioterapia oncológica na vida do familiar cuidador. Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto: 2010.

Santos NMF, Tavares DMS. Qualidade de vida e sobrecarga de estresse do cuidador de idoso com histórico de acidente vascular encefálico. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Uberaba: 2010.

Santos ISC, Menezes MR. Relatos orais de idosos com doença de Parkinson: concepções sobre a doença e o cuidado familiar. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2009.

Pedreira LC, Lopes RLM. Modos de ser do idoso com sequela de acidente vascular cerebral: cuidado familiar. Tese (Doutorado) - Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2009.

Souza EBM. Cuidado transdimensional na consulta de enfermagem com cuidadora familiar de pessoa idosa com Alzheimer. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: 2008.

Santana RF. Comunicação entre cuidadores principais e idosos com demência: implicações para o cuidado de enfermagem. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 2007.

Fonseca AM. O cuidado domiciliário ao idoso com doença de Alzheimer: um enfoque ao cuidador. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: 2007.

Rates HF, Sena RR. Cuidado de saúde do idoso, no domicílio: implicações para as cuidadoras, no Distrito Ressaca - Município de Contagem/MG. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte: 2007.

Gratão ACM, Rodrigues RAP. Demanda do cuidador familiar com idoso demenciado. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto: 2006.

Vieira MCU. Sentimentos, saberes e fazeres do cuidador principal do idoso com câncer. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual de Maringá. Maringá: 2006.

Pelzer MT. Assistência cuidativa humanística de enfermagem para familiares cuidadores de idosos com doença de Alzheimer a partir de um grupo de ajuda mútua. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: 2005.

Messias DX. A experiência da família frente ao idoso com câncer. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto: 2005.

Santos SMA. Cuidador familiar de idosos com demências: um estudo qualitativo em famílias de origem nipo-brasileira e brasileira. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas. Campinas: 2003.

Lima CFM. O cuidado domiciliar ao idoso com doença de Alzheimer: representações de familiares cuidadores, membros de uma associação de apoio, na cidade de Salvador-BA. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2002.

Lavinsky AE. Cuidar de idosos com acidente vascular encefálico: representações de familiares cuidadores (O). Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2001.

Caldas CP. O sentido do ser cuidando de uma pessoa idosa que vivencia um processo de demência. Rev Enferm UERJ. 2000;8(1):9-14.

Mitchell LA, Hirdes J, Poss JW, Boyd CS, Caldarelli H, Martin L. Informal caregivers of clients with neurological conditions: profiles, patterns and risk factors for distress from a home care prevalence study. BMC Health Serv Res. 2015;15:350. http://dx.doi.org/10.1186/s12913-015-1010-1

Landeiro MJL, Peres HHC, Martins T. Avaliação das necessidades informacionais dos cuidadores domiciliares. Rev Enferm UFSM. 2015;5(3):486-9. http://dx.doi.org/10.5902/2179769216886

Tavares KO, Scalco JC, Vieira L, Silva JR, Bastos CCCB. Envelhecer, adoecer e tornar-se dependente: a visão do idoso. Rev Kairós Gerontol. 2012;15(3):105-18.




DOI: https://doi.org/10.7322/abcshs.v44i1.1119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Larissa de Carli Coppetti, Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Rafaela Andolhe, Angélica Dalmolin

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.